Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

Com um roubo de caminhão por hora, preço do frete para o Rio sobe até 35%

ECONOMIA Com um roubo de caminhão por hora, preço do frete para o Rio sobe até 35% Estadão Conteúdo 28.08.17 - 09h11

Depois de 14 anos transportando bebidas no Estado do Rio, o empresário Joaquim Rodrigo dos Santos fechou as portas da sua empresa em janeiro. “Quebrei por causa de tanto roubo”, diz. Ele chegou a ter as cargas de dois caminhões roubadas em um mesmo dia. Com tantos assaltos, a seguradora cancelou o contrato e o empresário, dono da maior transportadora de bebidas do Estado, calcula ter desembolsado R$ 1 milhão para ressarcir os clientes. Assim como Santos, que fechou a transportadora, cerca de 40 empresas de médio e pequeno portes que atuavam no Rio de Janeiro faliram nos últimos meses, segundo o Sindicato das Empresas de Carga e Logística do Rio (Sindicarga). Essa estatística está diretamente ligada a outra: o número de roubos de cargas no Rio avançou quase 25% no primeiro semestre na comparação com o mesmo período de 2016, de acordo com o Instituto de Segurança Pública. …

Por que o Brasil não deslancha

Negόcios Por que o Brasil não deslancha 29.08.2017 SÃO PAULO - Com investimentos em infraestrutura da ordem de 2,18% do Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos 20 anos, segundo estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI), está claro que o Brasil vai continuar por muito tempo a ser considerado um país atrasado. Sem uma infraestrutura de transporte integrada e adequada, o País, dificilmente, chegará ao grupo de nações desenvolvidas na primeira metade deste século. Afinal, segundo o estudo da CNI, só para se aproximar dos demais países emergentes, o investimento deveria ficar entre 4% e 5%. Milton Lourenço (*)    Em razão de dessa infraestrutura precária, em que todos os modais apresentam claras deficiências, o custo do frete interno para a exportação de soja, por exemplo, equivale a 25% do valor do produto. No caso do milho, chega a 50%, o que, muitas vezes, torna inviável economicamente sua exportação. A sorte é que, por enquanto, as cotações internacionais dessascommodities cont…

São Paulo receberá o Fórum Internacional de Supply Chain & Expo.Logística

HomeEmpreendedores
São Paulo receberá o Fórum Internacional de Supply Chain & Expo.Logística O evento se destaca pelas palestras internacionais, divulgação de pesquisas inéditas e ambiente propício ao networking entre executivos e especialistas do setor

Aparelhamento sem fim na Docas do Rio e um novo modelo para os portos brasileiros

Aparelhamento sem fim na Docas do Rio e um novo modelo para os portos brasileiros Bruno Merlin28 de Agosto de 2017 às 22:08 Retrato fiel do jogo de interesses e da ausência de comprometimento com o País, a nomeação de diretores para a Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) respeita apenas uma regra: a indicação forçada de políticos influentes na estatal. Não que o cenário seja muito diferente nas demais Docas, mas no Rio a falta de compromisso com o negócio público tem sido mais grave. O já conhecido aparelhamento sem critério nos cargos da Companhia resulta em ineficiência na fiscalização e em grande desconfiança do mercado. Os diretores nomeados ficam pouco tempo nos cargos em comparação às outras Docas, o que é um feito de assustar. A CDRJ é um grande feudo do PMDB, abrigando parceiros de nomes como Eduardo Cunha e Leonardo Picciani, e atualmente da deputada Soraya Santos, que herdou o poder do ex-deputado e, vejam só, seu marido Alexandre Santos. Diante de tal cenário, sobra baj…

Violência nas rodovias

Negόcios Violência nas rodovias 21.08.2017 SÃO PAULO - Não bastassem a alta carga tributária, os elevados encargos trabalhistas, os juros elevados, o baixo nível de investimento, o alto custo da energia, a desastrosa política de comércio exterior e a falta de investimentos em infraestrutura que caracterizaram os últimos 15 anos, mais um fator aparece para tirar a competitividade da economia: o crescimento acelerado dos níveis de roubo de cargas. Nas rodovias do Estado de São Paulo, por exemplo, o roubo de cargas, especialmente de alimentos, bebidas, eletrodomésticos e remédios, cresceu de forma assustadora, registrando seguidas altas desde abril de 2016.                 Milton Lourenço (*)  Segundo dados da Secretaria estadual de Segurança Pública, de janeiro a junho deste ano, foram registrados 5.417 crimes dessa natureza, um número 23% superior ao do mesmo período de 2016. No País, segundo dados da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), os ocorrências de roubo…

Marketing e logística como ferramenta competitiva

Marketing e logística como ferramenta competitiva O envolvimento entre o marketing e a logística, contribui significativamente quando o objetivo da empresa é o atendimento do consumidor final de forma eficaz. Seguir +Fábio Zambiasi, 13 de agosto de 2017 1. Marketing e Logística
 Com a globalização, são inúmeros os desafios enfrentados pelas empresas inseridas no mercado de trocas, tanto de bens quanto de serviços. Crises econômicas, rápidas mudanças, e a necessidade de se adaptar as novas mudanças no mercado, levam as empresas a constante necessidade de desenvolver novos e diferentes produtos para atender a demanda dos consumidores. (SOARES, 2015).  Com o objetivo de atender as exigências do atual mercado consumidor, as empresas passaram a utilizar o trabalho conjunto entre o marketing e a logística. (PEREIRA; OLIVEIRA, 2009). Nesse sentido, a competência logística é o grande diferencial no momento de comercializar qualquer produto ou serviço. Esse diferencial, se relaciona diretamente…

Empresa de transporte deve conceder descanso aos motoristas

EconomiaAA Terça-Feira, 15 de Agosto de 2017, 15h:31 | Atualizado: Empresa de transporte deve conceder descanso aos motoristasDa Redação O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) conseguiu liminar para obrigar a empresa Transcaramori Logística, Armazenagem e Transportes Ltda. a cumprir uma série de normas relativas à jornada de trabalho e à remuneração de seus empregados. A transportadora é acusada de realizar pagamento ‘por fora’ e permitir de maneira recorrente que trabalhadores dirijam por 30 dias sem descanso semanal. A multa fixada é de R$ 20 mil por infração constatada e por funcionário encontrado em situação irregular. O MPT aponta na ação civil pública problemas na prorrogação da jornada em até quatro horas extraordinárias, sem que tal situação esteja autorizada em norma coletiva, fazendo com que os empregados laborem por até 12 horas diárias. A transportadora também não garante aos profissionais o intervalo interjornada, ou seja, o descanso mínimo previsto d…

Prioridade para os manufaturados

Negόcios Prioridade para os manufaturados15.08.2017 Prioridade para os manufaturados SÃO PAULO - No ano de 2000, a participação dos produtos manufaturados nas exportações era de 59% e a das commodities, de 38%. Hoje, estes índices se inverteram completamente, passando a ser de 38% para manufaturados e de 60% para commodities, que são matérias-primas, que agregam pouco valor e geram poucos empregos. Os números só não são mais dramáticos porque a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), classifica como produtos industrializados os manufaturados e semimanufaturados, que incluem açúcar refinado, suco de laranja, etanol, óleos combustíveis, café solúvel e outros. Milton Lourenço (*)      Tudo isso pode ser considerado resultado da chamada Cooperação Sul-Sul adotada pelos últimos governos populistas, que estabeleceram prioridade para o comércio com países em desenvolvimento da América Latina, Caribe, África e Ásia, abandonando o di…

Infraero avança em novo modelo de mercado com licitação do complexo logístico do Aeroporto de Manaus

Infraero avança em novo modelo de mercado com licitação do complexo logístico do Aeroporto de Manaus: A Infraero abrirá em 14/8 a licitação para operação e exploração do complexo logístico do Aeroporto Internacional de Manaus/Eduardo Gomes (AM). O edital já está disponível no portal da

Plástico se torna problema ambiental devido consumo desenfreado e má gestão

Plástico se torna problema ambiental devido consumo desenfreado e má gestão Os cientistas estimam que mais de 70% da produção total de plástico está em esgotos05/08/2017 09:29h

Celular, escova de dentes, partes do carro, peças do computador, utensílios de cozinha, brinquedos, produtos de saúde e tantas outras aplicações. Não há dúvidas de que o plástico é um material imensamente presente na vida moderna e sua densa aplicabilidade o coloca em um lugar de importância na rotina do mundo. Mas não há só o que celebrar. O uso desenfreado e a má gestão desse produto trazem um problema ambiental agravante. Cientistas america¬nos calcularam a quantidade total de plástico já produzida pela humanidade e afirmam que ela chega a 8,3 bilhões de toneladas. Apesar do imenso benefício do produto, sua má utilização e inadequado descarte fazem com que as consequências para o meio ambiente sejam desastrosas. Os cientistas esti-mam que mais de 70% da pro¬dução total de plástico está em esgotos, que vão pr…