Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

Fenasucro dará ênfase a transporte e logística

27/06/2014 | 19h20

Eventos Fenasucro dará ênfase a transporte e logística Evento já tem cerca de 40 empresas do setor confirmadas
REDAÇÃO AB Edição 2014 ocorre entre os dias 26 e 29 de agosto em Sertãozinho (SP) Neste ano, a Fenasucro está ampliando o espaço para o setor de transporte e logística. Segundo a organização do evento, cerca de 40 empresas do setor estarão na 22ª edição da feira, que ocorre entre os dias 26 e 29 de agosto e ocorre em Sertãozinho (SP).

Responsável por cerca de 30% do custo da cadeia produtiva da cana-de-açúcar, a área de transporte e logística irá ao evento com equipamentos, caminhões, aeronaves e novas opções de armazenagem e sistemas operacionais. A Reed Exhibitions Alcantara Machado, que organiza a Fenasucro, reservou uma área para test drive de caminhões.

No dia 29 de agosto haverá o 2º Seminário de Transporte e Logística Esalq-LOG/Pecege, com grupos de pesquisa da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Entre os palestrantes confirmados está o vice…

Indústria sente problemas ao adotar logística reversa

EMPRESAS Indústria sente problemas ao adotar logística reversa27/06/2014 - 21:30:05

A logística reversa somente será bem sucedida quando ocorrer, de forma efetiva, a implementação da responsabilidade compartilhada e o envolvimento de todos os elos da cadeia, principalmente do consumidor. Afirmação, feita nesta sexta-feira ao MONITOR MERCANTIL, é do diretor titular do Departamento de Maio Ambiente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Nelson Pereira dos Reis.

Segundo ele, a logística reversa é um processo complexo que envolve mudanças significativas na forma de produzir, comercializar e consumir produtos. Este fato, diz, é comprovado pela discussão que ocorre no âmbito federal nos Grupos Técnicos criados pelo Decreto 7404/2010, que regulamenta a Lei 12.305/20101 que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. 

“São cinco materiais que englobam uma extensa cadeia, quais sejam: embalagem em geral (plásticos, vidros, papel, papelão, metais e outros); eletroeletrô…

Diversidade ambiental impulsiona ecoturismo no Brasil

Quinta, 26 Junho 2014 21:42
Diversidade ambiental impulsiona ecoturismo  no Brasil




A diversidade das belas paisagens brasileiras e atividades ecológicas têm atraído visitantes do mundo em busca do ecoturismo, apresentado pela grande diferença geográfica e climática do extenso território brasileiro. O segmento turístico é um dos que mais cresce no Brasil. Segundo levantamento do Ministério do Turismo (MTur) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) com turistas estrangeiros, 46,8% de visitantes internacionais está em busca de atividades junto à natureza. Esse índice deve aumentar com a Copa do Mundo e com a chegada das férias de julho. E para que você possa aproveitar esse período de descanso com tranquilidade e diversão, a Fundação Toyota do Brasil, que apoia ações que são referência em ordenamento econômico e turístico no país, oferece dicas de viagem das praias nordestinas aos campos do Pantanal. No Nordeste
Os 413.000 hectares de natureza exuberante da Área …

Porto X Cidade ou Porto-Cidade?

Quinta, 26 Junho 2014 13:08
Porto X Cidade ou Porto-Cidade?



Nós somos o que 
fazemos para deixar o que somos
(Eduardo Galeano) Santos-SP sediará, daqui a exatamente 1 ano, o “20º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito”; em paralelo com o “IX INTRANS – Exposição Internacional de Transporte e Trânsito”. Organizado pela Associação Nacional de Transportes Públicos –ANTP é o mais tradicional (desde 1977) e maior evento do setor; principal referência daqueles que pensam, discutem, planejam e gerem a mobilidade urbana no País. Nessa sua 20º edição os eventos têm uma particularidade: Ocorrem numa cidade não-capital; ainda assim histórica, complexa e conhecida internacionalmente: Apesar de ser uma cidade de médio porte (cerca de 500 mil habitantes), Santos-SP tem a 6º melhor qualidade de vida entre os municípios brasileiros, medida pelo consagrado IDH.Além disso, junto com Guarujá e Cubatão, principais municípios da denominada “Região Metropolitana da Baixada Santista - RMBS” (1,6 milhão…

Mitsui Lines avança em logística de petróleo no país

Mitsui Lines avança em logística de petróleo no paísSexta, 27 Junho 2014 01:31Navegação e Marinha Com faturamento equivalente a R$ 35 bilhões no ano passado, o grupo japonês de navegação Mitsui O.S.K. Lines avança no mercado de logística brasileiro por meio de uma aquisição. A companhia firmou um memorando de entendimentos para comprar metade da Viken Shuttle - controlada pelo grupo norueguês Viken Shipping. A Viken Shuttle tem cinco navios voltados ao transporte de óleo e gás (chamados de "shuttle tankers"). Esses ativos são usados na prestação de serviços para a estatal Petrobras em contratos que duram de 5 a 15 anos. Os contratos são firmados com a Petrobras Transporte (Transpetro) para o chamado fretamento "a casco nu" e o afretador tem a posse e controle da embarcação. O memorando de entendimentos entre as duas empresas para a operação foi firmado em abril. Apesar de o valor do negócio não ter sido divulgado, sabe-se que - somados - os cinco navios têm o valor…

Portos secos são alternativa para aprimorar logística brasileira

Quinta, 26 Junho 2014 21:26
Portos secos são alternativa para aprimorar logística brasileira
Escrito por  






* por Everaldo Barros, CEO da MAC Logistic, empresa especializada em logística integrada e carga projeto Desde a sanção da Lei n° 12.815, conhecida como “Lei dos Portos”, o setor portuário tem ocupado posição de destaque nos noticiários. Um dos pontos mais polêmicos refere-se às verbas destinadas à implementação de terminais privados, que têm por objetivo modernizar a estrutura defasada dos portos brasileirose atender a crescente demanda do comércio internacional, que tem na via marítima a principal porta de entrada e saída de mercadoria no País. Hoje, toda a zona portuária está sobrecarregada e não é capaz de atender ao volume do comércio exterior brasileiro, acarretando logísticas ineficientes, que por sua vez resultam em perda de tempo, dinheiro e competitividade. O erro estratégico está justamente no acúmulo de atividades exercidas pela zona portuária, uma vez q…

Indústria ainda tem dúvidas sobre aplicação da logística reversa

CONJUNTURA Indústria ainda tem dúvidas sobre aplicação da logística reversa27/06/2014 - 12:48:19Share on facebookShare on twitter “A logística reversa somente será bem-sucedida quando ocorrer, de forma efetiva, a implementação da responsabilidade compartilhada e o envolvimento de todos os elos da cadeia, principalmente do consumidor.” A afirmação, feita nesta sexta-feira ao MONITOR MERCANTIL, é do diretor-titular do Departamento de Meio Ambiente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Nelson Pereira dos Reis. Segundo ele, a logística reversa é um processo complexo que envolve mudanças significativas na forma de produzir, comercializar e consumir produtos. Este fato - diz - é comprovado pela discussão que ocorre no âmbito federal nos Grupos Técnicos criados pelo Decreto 7.404/2010, que regulamenta a Lei 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. - São cinco materiais que englobam uma extensa cadeia, quais sejam: embalagem em geral (plásticos…

Produtores gastam até 17% da receita bruta com logística

AGRONEGÓCIOS / FRETES/LOGÍSTICA 25.06.2014 | 19h30 - Atualizado em 25.06.2014 | 15h03 Tamanho do texto A-A+ Produtores gastam até 17% da receita bruta com logística Os produtores paranaenses de soja gastaram, em setembro do ano passado, entre 14% e 17% de sua receita bruta com a logística para armazenar e escoar suas colheitas destinadas à exportação Divulgação Clique para ampliar  DO PORTAL DO AGRONEGÓCIO
Os produtores paranaenses de soja gastaram, em setembro do ano passado, entre 14% e 17% de sua receita bruta com a logística para armazenar e escoar suas colheitas destinadas à exportação. O transporte das cargas em si foi o fator que mais pesou nessa conta. Representou, em média, 8,76% do custo de escoamento das fazendas ao porto de Paranaguá, a depender da distância da propriedade rural até o litoral do Estado.

Cálculos - Os cálculos foram feitos pela Esalq-Log (Grupo de Pesquisa e Extensão em Logística Agroindustrial da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz") a p…

Ativa Logística é um dos destaques do principal Prêmio da Indústria Farmacêutica

24 Jun Ativa Logística é um dos destaques do principal Prêmio da Indústria Farmacêutica
MICHELE VITOR NOTÍCIAS - VEÍCULOS
Empresa recebe prêmios nas categorias 'Armazenagem e distribuição de medicamentos' e 'Transporte terrestre de medicamentos' do Prêmio Sindusfarma de Qualidade

A Ativa Logística (www.ativalog.com.br), um dos maiores operadores logísticos brasileiros nos segmentos de medicamentos e cosméticos, acaba de receber mais um reconhecimento por sua eficiência e trabalho de alta qualidade. Dessa vez, a empresa recebeu menção honrosa em duas categorias do Prêmio Sindusfarma. Uma delas em ‘Armazenagem e Distribuição de medicamentos’ e a outra na categoria ‘Transporte terrestre de medicamentos’. O objetivo do prêmio é estimular a sinergia, interação e parceria entre os clientes e fornecedores do setor.

O processo de votação teve início no mês de fevereiro, período em que os representantes da indústria farmacêutica elegeram os melhores fornecedores do setor. Já na s…

Setor de Transporte e Logística da Fenasucro ganha espaço e garante novidades em 2014

25/06/14 - 10h23 Setor de Transporte e Logística da Fenasucro ganha espaço e garante novidades em 2014Fonte: Ribeirão Preto Online
Responsável por cerca de 30% do custo da cadeia produtiva da cana-de-açúcar, o setor de Transporte e Logística ganha atenção da indústria do segmento. A Fenasucro, principal feira sucroenergética do mundo, ampliou o espaço dedicado a Transporte e Logística e está atraindo os principais fornecedores desta área para que possam oferecer soluções inovadoras e rentáveis para a indústria sucroenergética. A Fenasucro, uma feira realizada pelo Ceise BR e promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, acontece de 26 a 29 de agosto em Sertãozinho (SP), que também é um dos principais polos da indústria sucroenergética. Cerca de 40 empresas do setor de Transporte e Logística já confirmaram presença na Fenasucro deste ano e prometem trazer as novas tecnologias e inovações para o setor. Maquinários de última geração, caminhões, aviões, equipamentos automotivos e dive…

O que você faz melhor?

O que você faz melhor? "Para começar, passamos boa parte da nossa vida de estudantes direcionando esforços para estudar aquilo que muitas vezes não temos habilidade" Sofia Esteves, 17 de junho de 2014

Ninguém é bom em tudo! Seria bom se tivéssemos todas as habilidades e não precisássemos de outras pessoas para realizar atividades e tarefas.Além de isso ser irreal, também não teria a mesma graça se fôssemos todos iguais. Para começar, passamos boa parte da nossa vida de estudantes direcionando esforços para estudar aquilo que muitas vezes não temos habilidade. Na prática isso significa ter de estudar muito mais aquela matéria que temos dificuldade para – com sacrifício – ficar na média. Afinal, é melhor atingir a média em tudo do que ter nota super alta em umas e nota baixa em outras, não é mesmo? Concordo que essas são as regras do jogo enquanto somos estudantes, mas quando falamos de desenvolvimento e amadurecimento pessoal e profissional, é fundamental conhecermos quais sã…

Fertilizantes Tocantins aposta na logística do Norte e constrói unidade em Barcarena

Terça, 24 Junho 2014 08:41
Fertilizantes Tocantins aposta na logística do Norte e constrói unidade em Barcarena



publicado originalmente pelo Valor Econômico
A Fertilizantes Tocantins, misturadora com forte atuação no Norte do país e no Mapito (confluência entre Maranhão, Piauí e Tocantins), investe, como outros grandes players do setor, para tirar proveito do potencial logístico da região Norte. A companhia começou neste mês a construção de uma nova unidade misturadora de fertilizantes em Barcarena, no Pará, onde pretende utilizar o modal hidroviário na distribuição de adubos e receber matéria-prima importada pelo terminal portuário no município.
A unidade deverá ser inaugurada em julho do próximo ano e terá capacidade de produção de 300 mil toneladas de adubos por ano, segundo José Eduardo Motta, CEO da companhia e também o controlador da empresa familiar. Ele observa que grandes volumes de soja cultivada em Mato Grosso começam a ser exportados pelo terminal portuário de Vila do Conde…