Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Dia da Logística: temos o que comemorar?

Hoje às 06h06
Dia da Logística: temos o que comemorar?Rogério Torchio*
Sabia que existe um dia dedicado à logística? No dia 6 de junho é comemorado, e a origem da data deriva de operações militares e de guerra. Foi justamente neste dia, no ano de 1944, que as forças aliadas desembarcaram na Europa, onde possivelmente ocorreu o maior movimento logístico já conhecido da história, o dia conhecido, como dia D. É história, e é bom lembrá-la, mas, como profissional da área, frequentemente, sou abordado por alguns questionamentos. A logística está evoluindo? Nosso país está evoluindo? Quais são os nossos principais desafios? Para responder aos questionamentos, vamos retroceder para uma época não muito distante, em que a maioria trabalhou ou trabalha com pessoas dessa época. Vamos à década de 80. O Brasil vivia um momento de inflação alta, recessão mundial e reserva de mercado, a tecnologia que encontrávamos lá fora tinha uma grande barreira de entrada em nosso país. Nesse cenário, que também n…

Gargalos do escoamento na produção nacional

30/05/2014 - 11h470
Gargalos do escoamento na produção nacional Maior porto vem dobrando a sua capacidade de movimentação de dez em dez anos Verónica Goyzueta O porto de Santos ainda é a grande porta de saída das exportações brasileiras. Ao mesmo tempo que ele é a solução, é também um dos seus principais gargalos. É por este porto - que passam 70% dos grãos exportados pelo Estado de Mato Grosso, 95% da exportação de suco de laranja, 84% da carne bovina, 70% do café e 69% do álcool etílico.
"O porto de Santos recebe, por falta de logística, a carga de todos os estados do Brasil, o que é uma aberração", diz Osvaldo Freitas Vale Barbosa, superintendente de Logística Integrada da Companhia Docas do Estado de São Pau¬lo (Codesp), responsável pelo porto de Santos. O desabafo de Barbosa aconteceu duran¬te o debate "Caos Logístico e Acesso ao Porto de Santos", organizado no final de maio pela Federação das Indús¬trias do Estado de São Paulo (Fiesp), para discutir os proble…

Queda das atividades na indústria e nos investimentos desacelera PIB

EconomiaHoje às 15h04 - Atualizada hoje às 15h17 Queda das atividades na indústria e nos investimentos desacelera PIB Especialistas comentam resultado do 1º trimestre, que teve crescimento de 0,2%Jornal do BrasilAna Luiza Albuquerque*economia brasileira teve um crescimento limitado de 0,2% no primeiro trimestre de 2014, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (30). Na comparação com o mesmo período do ano passado, o avanço do Produto Interno Bruto (PIB) foi de 1,9%. Alguns dados chamaram a atenção, como a atividade industrial, que recuou 0,8%, os investimentos, que sofreram queda de 2,1%, e o consumo das famílias, reduzido em 0,1%. "O PIB divulgado hoje nos diz que tivemos um início de ano bem fraco. Estamos crescendo a um ritmo mais lento do que o do trimestre anterior (+0,4% no último trimestre de 2013 contra +0,2% agora). Esse desempenho ocorreu, principalmente, devido às quedas no ritmo de atividade da indú…

Portos se tornam nova fronteira logística

30/05/2014 - 11h410
Portos se tornam nova fronteira logística Modernização podem transformar os portos nacionais em nova fronteira logística Verónica Goyzueta
Está no Norte do Brasil o caminho alternativo aos saturados portos do Sul e do Sudeste, uma nova fronteira logística para o agronegócio que pode tornar o País mais competitivo na exportação de grãos. Os portos da região Norte - Vila do Conde e Santarém (PA), Santana (AP), Itacoatiara (AM) e São Luís (MA), com estes dois últimos já operando - poderão ser, em dois ou três anos, o caminho para a exportação de um 50% da safra de Mato Grosso, o estado que mais sofre com o gargalo logístico.  Segundo a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), a nova rota reduziria em 30% os custos de frete para os produtores de Mato Grosso, que hoje andam quase o dobro para chegar em Santos ou em outros portos do Sul. "Tem produtor levando soja até o porto de Rio Grande do Sul, o que não tem nenhum sentido", diz Edeon Vaz…

Ativa Logística investe em gerência nacional de operações

28 Mai Ativa Logística investe em gerência nacional de operações
A Ativa Logística (www.ativalog.com.br), um dos maiores operadores logísticos brasileiros nos segmentos de medicamentos e cosméticos, investe continuamente em seus processos de distribuição e armazenamento de produtos.
Para aumentar a eficiência nas entregas de todas as unidades no país, o executivo Luis Carlos Ropelato, mais conhecido como Toya, acaba de assumir a Gerência Nacional de Operações da Ativa Logística, subordinada ao diretor-geral, Paulo Roberto Espírito Santo.

Toya, que trabalha na empresa há mais de nove anos e atua no mercado de logística há quase duas décadas, passa a ser o responsável pela coordenação das atividades operacionais das 20 unidades da Ativa. “Meu principal objetivo é ser o maior especialista em agendamento no mercado em que atuamos, além de aumentar, ainda mais, a eficiência das entregas, fazendo com que os produtos cheguem em seus destinos cada vez mais rápido, criando uma sistemática de pad…

Apesar da crise, usinas vão investir mais em logística

Apesar da crise, usinas vão investir mais em logística Até 2017, a Unica estima que outros US$ 3,5 bilhões sejam investidos em dutos e hidrovias para desenvolvimento da logística de distribuição e exportação do etanol Redação - 29/05/2014








O setor sucroalcooleiro vive a maior crise de sua história. Nas últimas cinco safras, 44 usinas fecharam, 25 delas em São Paulo. Outras 33 usinas estão em recuperação judicial e 12 unidades não vão moer cana este ano. A avaliação e os números foram novamente destacados por Elizabeth Farina, presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), que afia o discurso às vésperas de receber na próxima segunda-feira os três principais pré-candidatos à presidência da República, em evento do setor sucroalcooleiro em São Paulo. Mesmo com toda essa crise, em 2012, o segmento sucroenergético investiu mais de R$ 4 bilhões em renovação e expansão de canaviais, em um esforço para recuperar a produtividade e aumentar a oferta da cana. Nas últimas seis safras, …

MP pressiona empresas em SP por logística reversa

MP pressiona empresas em SP por logística reversa
Agência Estado Publicação:29/05/2014 10:31Atualização:
São Paulo, 29 - A implementação da logística reversa traz custos às empresas, que em alguma medida também são repassados aos consumidores. Empresários, sobretudo do comércio, solicitam redução de tributos para compensar parte dos investimentos.

"A empresa só consegue recuperar 20% do que gasta no processo. Um plástico reciclado hoje paga os mesmos impostos que um plástico 'original'", disse Ezio Antunes, diretor executivo do programa Jogue Limpo do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom).

Para Paulo Pompilio, do Grupo Pão de Açúcar, o desafio do varejo é a redução do patamar de preços de produtos sustentáveis. "Quanto mais próximo do produto convencional for o preço, maior a aceitação do consumidor e maior a produtividade. Não é a realidade hoje", afirmou. De acordo com o executivo, produtos sustentáveis s…

São José vai sediar o 5º Congresso de Logística das Fatecs

São José vai sediar o 5º Congresso de Logística das Fatecs 29 maio 2014 por Da Redação, com Portal do Governo de São Paulo

Logística Humanitária é o tema principal da 5ª edição do FatecLog, que acontece de 29 a 31 de maio
Evento acontece de 29 a 31 de maio na Fatec de São José dos Campos – Prof. Jessen Vidal. (Foto: Divulgação/PMSJC) Logística Humanitária é o tema principal da 5ª edição do Congresso de Logística das Faculdades de Tecnologia do Centro Paula Souza (FatecLog), que acontece de 29 a 31 de maio na Fatec de São José dos Campos – Prof. Jessen Vidal e nas dependências do Parque Tecnológico da cidade. Participam da iniciativa empresas do setor e pesquisadores de outras instituições de ensino, como a Universidade São Paulo (USP), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Cerca de 400 trabalhos foram inscritos nesta edição. Além de São José dos Campos, o Congresso terá a participação de outras 15 Fatecs que oferecem o curso de graduaçã…

TransExpo Latin America - Feira internacional de logística e transporte

TransExpo Latin America - Feira internacional de logística e transporteRotas do agronegócio - Logística de escoamento das safras leva à criação da TransExpo, nova feira de transportes de cargas no Mato Grosso do Sul Postado em 28/05/2014 às 09:19 - Atualizado às 17:26
Campo Grande/MS - O agronegócio brasileiro, que tem no Centro-Oeste o seu principal foco de crescimento, vive uma era de contradições. De um lado, as novas técnicas de cultivo e o ampliação da fronteira agrícola permitem projetar um aumento da safra de grãos para os próximos anos. De outro, os problemas de logística – que vão das péssimas estradas ao congestionamento nos portos de Santos e Paranaguá – ameaçam atrapalhar o “boom” do setor. Nesse cenário ambivalente foi realizada a TransExpo Latin America, uma nova feira internacional de transporte e logística que aconteceu nos dias 23 a 25 de maio no Pavilhão Albano Franco, em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.  Promovido pela Setlog MS, o sindicato das empresas…