Pular para o conteúdo principal

Logística Reversa

Logística Reversa é o processo logístico de retirar do mercado produtos novos ou usados e redistribuí-los usando regras de gerenciamento dos materiais que maximizem o valor dos itens no final de sua vida útil original.
Isso significa, de maneira bem geral, dar novo destino a produtos que, em teoria, não tem mais utilidade para a sociedade. Dessa forma os produtos sao transformados novamente em matéria prima, permitindo que sejam reutilizados na cadeia produtiva.
Para que tenhamos um processo de logística reversa bem gerenciado é preciso, acima de tudo, a otimização do processo de coleta dos resíduos, minimizando os custos da operação. A participação de diversas empresas em uma mesma rota é a chave para sucesso da operação. Os custos são divididos, permitindo maior sinergia e ganho de produtividade
 Reverso Logística faz o gerenciamento dos resíduos sólidos de sua empresa nas etapas de coleta, transporte, transbordo, separação e destinação final dos resíduos sólidos.
Identificamos a quantidade de resíduos coletados e destinados à reciclagem e emitimos um diagnóstico da situação dos resíduos gerados no território nacional, contendo a origem, o volume, a caracterização e as formas de destinação e disposição final.

A logística reversa não aplica somente a reutilização de resíduos mais também a produtos que apresentam defeitos de fabricação, que poderão ser submetidos a consertos ou reformas que permitam que retornem ao mercado.
Com efeito, o uso racional dos recursos ambientais, e as logísticas de pós consumo, crescem a cada dia, na tentativa de uma nova abordagem e implementação de programas de reciclagem e reaproveitamento do que podemos chamar de “resíduos e rejeitos pós consumo”.

A competitividade de uma economia globalizada não permite mais empresas “amadoras” no mercado. O profissionalismo e a melhor alocação dos recursos organizacionais (produção, informação e logística) que estas empresas utilizam, irão definir não somente a sua sobrevivência, como o seu sucesso no mercado.

O quandro abaixo ilustra, basicamente, como ocorre a logística reversa:
Logística Reversa

A logística de produção trata da movimentação dos fluxos dentro da empresa, ou seja, da movimentação que acontece entre as diversas áreas da empresa para que aconteça o processo. Um dos grandes benefícios que a logística de produção traz é a redução de estoques, em conseqüência de várias ações tomadas como: redução do tempo de produção; melhor rotatividade de estoques; redução de paradas e de retrabalho; redução do tamanho de lotes; e redução do estoque de segurança.


A logística de distribuição é uma das ferramentas que provêem a disponibilidade de produtos onde e quando são necessários, coordenando fluxos de mercadorias e de informações de milhares de pontos de vendas dos mais variados bens e serviços. É importante ressaltar que a logística de distribuição tem que encontrar o equilíbrio entre a qualidade de serviço, o custo e o capital investido. A logística tem sido vital nas estratégias do canal de distribuição, agregando valor na relação entre compradores e vendedores, providenciando meios eficientes de vender e entregar produtos aos clientes.

O aumento das pressões da sociedade para produtos e processos ecologicamente corretos, a reciclagem ganha força e a logística reversa é um dos principais motores deste movimento, pois além de contribuir legitimamente para a redução dos impactos ao meio ambiente há um ganho de imagem para a empresa que o faz. Enfim, apesar de estar ainda em processo de evolução , tudo indica que será o futuro de todas as empresa, afinal reciclar, reutilizar e reduzir já deveria ser algo obrigatório nas empresas sérias ate mesmo pela questões de meio ambiente

Os processos da logística interna são os responsáveis pela movimentação e armazenagem dos materiais dentro da empresa. Sem essas atividades, não haveria o fluxo e, portanto, as transformações que agregam valor aos produtos.

Na logística os suprimentos são os atores principais de toda a cadeia, é com base nas características dos suprimentos, que a logística define seus parâmetros de lead time, tipos de embalagem, as características dos equipamentos de movimentação, modais de transporte, áreas de armazenamento e os recursos humanos e financeiros necessários.







Referências Bibliográficas
http://www.reversologistica.com.br/
http://www.artigonal.com/administracao-artigos/logistica-empresarial-importancia-crescente-na-atualidade-650700.html
http://www.logisticadescomplicada.com/a-nova-onda-logistica-reversa/
http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/as-pessoas-nao-se-sentem-responsaveis-pela-destinacao-correta-de-eletronicos/
http://www.ambito-juridico.com.br/site/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=12245
http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/logistica-reversa/67187/

Postagens mais visitadas deste blog

Objetivos da Logística

Logística tem por objetivo planejar, colocar em operação e controlar as atividades de logística de uma empresa, utilizando as metodologias e tecnologias atualizadas de gestão e identificando oportunidades de redução de custos, aumento da qualidade dos serviços em geral e aumento da qualidade de cumprimento do prazo. O profissional sairá preparado para aperfeiçoar os processos de aquisição, armazenamento e distribuição de materiais dentro do conceito de cadeia de suprimento (supply-chain), bem como para analisar aspectos de dimensão e localização de Centros de Distribuição, visando à minimização de custos operacionais e tributários, sem perda na qualidade dos serviços, e possibilitando vantagens competitivas para a empresa.




No Brasil, o Decreto-Lei 1.598/77, em seu artigo 14 determina que: o contribuinte que mantiver sistema de contabilidade de custo integrado e coordenado com o restante da escrituração poderá utilizar os custos apurados para avaliação dos estoques de produtos, principa…

Gargalos Logísticos

O sentido no qual o termo "gargalo" está sendo empregado é de representar os fatores que configuram um estrangulamento, um impedimento à expansão ou desenvolvimento de alguma atividade econômica.

Os "gargalos" são todos os pontos dentro de um sistema industrial que limitam a capacidade final de produção. E por capacidade final de produção devemos entender a quantidade de produtos disponibilizados ao consumidor final em um determinado intervalo de tempo.
São vários problemas que comprometem a logística no Brasil e, consequentemente, a competitividade e eficiência tanto da indústria nacional (inviabilizando as exportações em alguns casos) quanto das filiais brasileiras de empresas multinacionais.
Os gargalos da logística inclusive já estão computados no chamado "Custo Brasil".
Os fatores e as questões socioambientais somadas às questões comerciais e econômicas apresentam-se latentes nas questões estratégicas das operações o que resulta em investimentos logísti…

20 perguntas mais comuns em uma entrevista de emprego e dicas de como você pode respondê-las para se dar bem em um processo de seleção.

1. Fale sobre você.
Não existe regra. Cada entrevistador tem uma expectativa. No geral, o selecionador quer saber mais sobre a formação acadêmica do candidato, o que ele gosta de fazer (hobby), seus sonhos e expectativas. A orientação é direcionar o discurso para o âmbito profissional.
2. Quais são seus objetivos a curto prazo?
O candidato tem de pensar qual é o seu objetivo antes da entrevista. Só assim vai saber se determinada oportunidade de empregoé interessante para ele. É necessário que o profissional “entreviste” também a empresa e averigue se a proposta é significante para sua carreira.
3. Quais são seus objetivos a longo prazo?
Como em uma relação a dois, é primordial que a pessoa deixe claro quais são seus anseios na vida profissional. Para isso, é preciso ter clareza. O erro da maioria dos candidatos é a passividade, isto é, aceitar uma proposta sem saber o que é relevante para sua trajetória profissional.
4. Como você lida com as pressões do trabalho?
O candidato deve dar …